terça-feira, 5 de novembro de 2013

Melancia alivia a dor após intensos exercícios

Aumenta entre os atletas a boa reputação do suco de melancia.

Uma pesquisa publicada no Journal of Agriculturl and Food Chemistry mostrou os efeitos do aminoácido L-citrulina contido no suco da melancia sobre o efeito nas dores musculares.

O cientista Encarna Aguayo e seus colegas mostraram em pesquisas anteriores as propriedades antioxidantes do suco da fruta e seu potencial poder em aumentar a proteína muscular, melhorando o desempenho dos atletas. Mas, até então, a equipe nunca tinha pesquisado o efeito da L-citrulina que está presente no suco.

Eles testaram com voluntários usando a fruta pura, o suco comum, o suco enriquecido com L-citrulina e uma bebida controle que não continha a substância.

Tanto o suco natural (não-pasteurizado) como o enriquecido com L-citrulina mostraram poder no alívio das dores musculares de atletas.

Outros estudos serão feitos para averiguar melhor os poderes das substâncias da melancia na saúde humana.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

PROTEINAS



Photo: Visite-nos em: www.dicasemagrecer.com e em Dicas Emagrecer

terça-feira, 10 de setembro de 2013

CURIOSIDADES:
(Mandado por Fábio CB)

O vidro demora um milhão de anos para se decompor, o que significa que nunca se desgasta e pode ser reciclado um número infinito de vezes! 

O ouro é o único metal que não enferruja, mesmo estando enterrado no solo por milhares de anos. 

A língua é o único músculo do corpo que está ligadoa penas a uma extremidade. 

Se você parar de ficar com sede, você precisa beber mais água. Quando o corpo humano está desidratado, o mecanismo de sede é desligado. 

A cada ano, dois milhões de fumantes param de fumar ou morrem de doenças relacionadas com o tabaco. 

Zero é o único número que não pode ser representado por algarismos romanos. 

Pipas foram utilizadas na Guerra Civil Americana para entregar cartas e jornais. 

A canção, Auld Lang Syne, é cantada a meia-noite, em quase todos os países de língua Inglêsa para celebrar o novo ano. No Brasil, Portugal, França, Espanha, Grécia, Polônia e Alemanha, é uma canção de despedida. (Adeus amor eu vou partir…) 

Beber água depois de comer reduz 61 por cento do ácido na boca. 

O óleo de amendoim é usado para cozinhar em submarinos, porque não solta fumaça a menos que seja aquecido acima de 450F ou 232C. 

O barulho que ouvimos quando colocamos uma concha junto ao nosso ouvido não é o oceano, mas sim o som do sangue correndo nas veias da orelha. 

Nove em cada 10 seres vivos vivem no oceano. 

A banana não pode reproduzir por si só. Ela só pode ser reproduzida pela mão do homem. 

Aeroportos em altitudes mais elevadas requerem uma pista mais longa, devido à menor densidade do ar. 

A Universidade do Alaska abrange quatro fusos horários. 

O dente é a única parte do corpo humano que não pode se curar or regenerar. 

Na Grécia antiga, jogar uma maçã a uma mulher era uma proposta de casamento. Pega-la significava aceitação. 

Warner Communications pagou 28.000 mil dólares para os direitos autorais da canção Parabéns pra Você. 

As pessoas inteligentes têm mais zinco e cobre em seu cabelo. 

A cauda de um cometa aponta sempre para longe do sol. 

A vacina contra a gripe suína em 1976 causou mais mortes e doenças do que a doença pretendia evitar. 

A cafeína aumenta o poder da aspirina e outros analgésicos, é por isso que é encontrada em alguns medicamentos. 

A saudação militar é um gesto que evoluiu desde os tempos medievais, quando os cavaleiros de armadura levantavam suas máscaras para revelar sua identidade. 

Se você estiver no fundo de um poço ou embaixo de uma chaminé alta e olhar para cima, você verá as estrelas, mesmo estando no meio do dia. 

Quando uma pessoa morre, a audição é o último sentido a desaparecer. O primeiro sentido perdido é a visão. 

Nos tempos antigos estranhos apertavam as mãos para mostrar que estavam desarmados. 

Morangos e cajus são os únicos frutos cujas sementes crescem na parte exterior. 

Abacates têm calorias mais altas do que qualquer outra fruta: 167 calorias para cada cem gramas. 

A Lua se afasta da Terra cerca de dois centímetros por ano. 

A Terra fica 100 toneladas mais pesada a cada dia devido à queda de poeira espacial. 

Devido à gravidade da Terra é impossível montanhas serem mais altas do que 15 mil metros. 

Mickey Mouse é conhecido como "Topolino", na Itália .. 

Soldados em formação não podem marchar quando atravessam pontes, porque poderiam criar vibração suficiente para derrubar a ponte. 


Tudo pesa um por cento menos no Equador. 

Para cada kg adicional de carga em um vôo espacial, 530 kg adicionais de combrustível são necessários para decolagem. 
A letra J não aparece em qualquer lugar da tabela periódiica dos elementos. 





sexta-feira, 21 de junho de 2013





Como tirar manchas de óleo de roupa já lavada. Incrível!
 (Mandado por Betty T.)

Hoje venho dividir a solução que aprendi para tirar manchas de óleo em roupas/ tecidos já lavados anteriormente, com a mancha persistente.. A peça foi pra máquina de lavar junto com outras peças sem mancha e acabou secando com as manchas intactas, snif!? Pra mim, até poucos dias atrás, mancha de óleo não tinha solução num caso desses.
Mas eis que comprando um sapato numa loja e conversando sobre soluções de manchinhas, a dona me disse que tinha assistido a um programa pela manhã em que aparecia alguém ensinando como tirar mancha de óleo antiga de tecidos. Fui atrás da informação e descobri que foi no Hoje em dia, programa da Record, e que foi um professor de química têxtil quem deu a dica. O nome dele é Vladimir Constantino Valério. Obrigada, professor! Você realmente salvou a gente de muitas futuras lágrimas (exageraadaaa!!!!) quanto à roupas queridas respingadas de óleo, afinal... cozinhar é ótimo, mas a gente gosta de fazer isso bem vestido e nem sempre o avental é bem vindo, rs. 
Então... as manchas de óleo na camisa, já lavada: O segredo: 1/2 porção de lustra móveis branco + 1/2 porção de detergente incolor ou branco:
Usei pouquinho (apenas medidas de uma colher de sopa), já que eram apenas alguns pequenos pontos de manchas numa única camisa:
O resultado da misturinha é bem líquido, pouco encorpado:
Joguei a 'solução' sobre as manchas, esperei uns 40 minutos ali e...enxaguei esfregando um pouquinho:
Fiquei boquiaberta com o resultado depois da camisa seca! Vibrei, dei até pulinhos! Acho que não estava esperando que desse certo, mas é como dizem... 'a vida de vez em quando parece mágica', rs. Ficou limpinha, sem manchas:

Aplausos ao prof. Vladimir que nos ensinou essa misturinha mágica que realmente acaba com manchas de óleo (mesmo antigas - pelo menos tirou as manchas da camisa depois de já ter sido lavada) em tecidos. Lustra móveis com detergente... quem diria? Só a química...




CONGELANDO ERVAS
(Mandado por Heloisa CM)

Interessante: quando você compra uma erva fresca, nem sempre consome toda no mesmo dia, por isso, aqui vai uma dica para a conservação dos restante da erva que não foi usada... Você pode congelá-la em forminhas de gelo com azeite ou manteiga e quando for usar novamente, é só tirar do congelador direto para a panela!! Vamos evitar o desperdício!! 


Azeite contra a osteoporose 

(óleo de oliva!)
(Mandado por Fabio CB)

Guarde bem este nome: oleuropeína. A substância, encontrada no azeite de oliva extravirgem, é a nova arma da nutrição para evitar e combater a osteoporose, doença que acelera a perda de massa óssea.


O cálcio que se cuide, porque seu posto solitário de melhor companheiro do esqueleto anda ameaçado. Calma, o mineral não vai perder seu lugar de destaque como protetor dos ossos - muito longe disso. A questão é que a ciência descobre fortes concorrentes para dividir com ele essa prestigiada posição. É o caso da oleuropeína, presente no azeite de oliva. Um estudo da Universidade de Córdoba, na Espanha, revela que esse tipo de polifenol aumenta a quantidade de osteoblastos, células que fabricam osso novinho em folha. Consumi-la , portanto, traria imensas vantagens para manter o arcabouço do corpo em pé ao longo da vida.


“O tecido ósseo é dinâmico, destruído e construído constantemente”, explica o geriatra Rodrigo Buksman, do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, em Brasília. Os osteoblastos ajudam justamente a realizar a reconstrução. É como se fossem a massa corrida colocada na parede para tapar os furos que aparecem com o tempo. Sem essas células, os buracos ficam maiores, os ossos se enfraquecem e cresce o risco de fraturas. O envelhecimento e a menopausa provocam uma queda na concentração de osteoblastos no organismo. Daí a importância da reposição desses construtores, que recebem um belo reforço com a inclusão do azeite de oliva extravirgem no dia a dia, a melhor fonte de oleuropeína. “Aos 30 anos nosso corpo atinge a quantidade máxima de massa óssea e, a partir daí, começa a perdê-la”, nota o ortopedista Gerson Bauer, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. Por isso é que se diz que a prevenção da osteoporose se inicia muito antes da maturidade. “Essa doença se caracteriza pela diminuição progressiva da densidade óssea, o que torna os ossos mais frágeis e propensos às fraturas”, arremata a nutricionista Clarisse Zanette, mestre em ciências médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Com o azeite, no mínimo, esse processo destrutivo demora mais tempo para ocorrer. E, se alguém quiser substituir sua fonte de oleuropeína de vez em quando, saiba que existe mais uma opção. “A substância também é fornecida pela azeitona, de onde o óleo é extraído”, diz Clarisse.


Não são apenas os ossos que se deliciam quando saboreamos um prato regado a azeite. O coração também se beneficia, porque suas veias e artérias ficam livres de entraves. “A gordura monoinsaturada, principal constituinte do óleo, interfere nos receptores do fígado que captam o colesterol circulante”, explica o cardiologista Daniel Magnoni, do Hospital do Coração, em São Paulo. “Assim, há uma redução nas taxas da sua versão ruim, bem como de sua quantidade total.” Já os compostos fenólicos do azeite diminuem a oxidação do colesterol, processo crucial para a formação das placas que obstruem as artérias e causam as doenças cardiovasculares. “Esse poder se deve à sua intensa atividade antioxidante”, justifica a cardiologista Paula Spirito, do Hospital Copa D’Or, no Rio de Janeiro. “Esses compostos impedem que os radicais livres - moléculas que provocam danos às células - oxidem o colesterol e contribuam com o aparecimento de placas nos vasos.” A circunferência abdominal é outra que agradece o consumo do azeite. É que o alimento ajuda a evitar a inflamação de uma área do cérebro chamada hipotálamo. A inflamação é provocada por dietas ricas em gorduras saturadas, presentes nas carnes e nos produtos de origem animal. Como o hipotálamo é o órgão responsável pelo controle da fome e do gasto energético, não é um exagero dizer que o óleo de oliva auxilia a manter a harmonia na massa cinzenta e, assim, a afastar os quilos a mais. Além disso, ele acelera a produção de um hormônio chamado GLP 1, que age no cérebro aumentando a saciedade e reduzindo o apetite.


A oleuropeína - voltamos a falar dela - tem participação no pelotão antiinflamatório. “Esse polifenol tem propriedades antioxidantes significativas, inibe a agregação de plaquetas e reduz a formação de moléculas inflamatórias em todo o corpo”, afirma a nutricionista Mércia Mattos, da Faculdade de Medicina de Marília, no interior paulista. Tantas propriedades se refletiriam em um menor risco de uma porção de males, entre eles infartos e derrames. Por falar em proteção, vale destacar, ainda, que esse antioxidante também resguarda as mitocôndrias, estruturas dentro das células responsáveis pela obtenção de energia - dessa forma, fica mais difícil uma célula se aposentar antes da hora.


Quando regamos o prato com azeite extravirgem, porém, não ganhamos apenas boas doses de oleuropeína. O tempero é uma ótima fonte de vitamina E. “Esse nutriente retarda o envelhecimento das células, diminuindo o risco de tumores e doenças do coração”, aponta a nutricionista Soraia Abuchaim, do Conselho Regional de Nutricionistas do Rio Grande do Sul. O melhor é que, para desfrutar de tudo isso, bastam 2 colheres por dia. Mas tem que ser do tipo extravirgem, que concentra maiores teores da substância. De preferência, use-o em saladas e ao finalizar pratos quentes - o azeite não gosta de calor e, se for lançado ao fogo, perde grande parte de suas qualidades. E só o sabor, nesse caso, não basta, certo?


Dra. Maria Dora Ruiz Temoche

Armadilha para captura de Pernilongo!


SERVE PARA QUALQUER PERNILONGO, e MESMO O DA DENGUE, MOSQUITOS e INSETOS VOADORES: 
Como matar mosquitos ecologicamente correto. Para ajudar com a luta contínua contra os mosquitos da dengue e a dengue hemorrágica, uma idéia é trazê-los para uma armadilha que pode matar muitos deles. O que nós precisamos é, basicamente: 
200 ml de água, 
50 gramas de açúcar mascavo, 1 grama de levedura (fermento biológico de pão, encontra em qualquer supermercado ) e uma garrafa plástica de 2 litros .
Como fazer: 1. Corte uma garrafa de plástico (tipo PET) ao meio. Guardar a parte do gargalo: 
2. Misture o açúcar mascavo com água quente. Deixe esfriar. Depois de frio despejar na metade de baixo da garrafa.
3. Acrescentar a Levedura . Não há necessidade de misturar. Ela criará dióxido de carbono.
4. Colocar a parte do funil, virada para baixo, dentro da outra metade da garrafa.
5. Enrolar a garrafa com algo preto, menos a parte de cima, e colocar em algum canto de sua casa.
Em duas semanas você vai ver a quantidade de pernilongos e mosquitos que morreu dentro da garrafa.

Além da limpeza de suas casas, locais de reprodução de pernilongos e mosquitos, podemos utilizar este método muito útil em: Escolas, Creches, Hospitais, residências, sítios, chácaras, fazendas, floriculturas. etc. Não se esqueça da Dengue nos próximos meses: este pernilongo pode matar uma pessoa! 
DIVULGUE! é muito importante!!!

sábado, 4 de maio de 2013


   'DENGUE TEM CURA'
(Mandado por Tutuca)
                             Dr. Radjalma Cabral de Lima.
Tenho acompanhado no noticiário a situação em que se encontra minha terra natal - Rio de Janeiro - devido a uma epidemia de dengue e estou oferecendo minha contribuição: Quando estava morando em Maceió, Alagoas, estive sendo monitor da ANEDE, na unidade  Princesa Mariana. Naquela época, trabalhei em plantões nos finais de semana em um hospital da Cooperativa Pindorama, bem próximo da cidade de Penedo, ribeirinha ao São Francisco, quase em sua foz.
Encontrei uma epidemia de dengue  numa comunidade rural, onde a medicação não era suficiente, solicitei ao motorista  da ambulância  que me levasse até uma casa onde havíamos  visto uma bonita plantação de cravos amarelos, colhemos uma boa quantidade de folhas levamos até o hospital de Pindorama, solicitei que a cozinheira preparasse um litro de chá e comecei a consultar.
Todos os casos em que havia dor muscular ou articular generalizada com febre, independentemente do diagnóstico, orientei a enfermagem (perplexa), que ministrasse goles do chá ainda morno, ao mesmo tempo em que solicitei que a cozinheira continuasse preparando mais chá, conforme a necessidade.
Diante da curiosidade de todos , ainda mais perplexos  ao perceber que após as duas primeiras horas  de atendimento as pessoas já não estavam mais com queixas , ao final da maratona reuni a equipe, agradeci a colaboração e informei que sou membro de uma instituição beneficente, onde  existe uma entidade de preservação ecológica e que este serviço que faço com as ervas é em nome desta Associação Novo Encanto.
Ao final de três semanas não havia mais uma epidemia de dengue e sim uma epidemia de cravo nos jardins. Situação semelhante  aconteceu no ano em que  trabalhei em Rio Branco - Acre, trabalhando também com medicina comunitária, onde quando responsável pela população do bairro Mauri Sérgio  (900 famílias), nossa equipe dominou a epidemia de dengue em menos de um mês.                                 
Transferido ao bairro Vitória, com a nova equipe em parceria com a Pastoral da Criança, nossa equipe conseguiu também dominar a epidemia  em curto espaço de tempo.                                  
Já comuniquei a diversas autoridades a respeito, a imprensa tem feito reportagem mostrando um caso da doença em nossa área de abrangência; não sei o que se passa na cabeça das autoridades que resistem em implementar método, onde não há despesas, é ecologicamente  correto e ainda  contribui na melhora do nível de saúde e cultura do povo.                                    
Continuo informando que é um trabalho beneficente da ANEDE.                                   
Obs.: O cravo amarelo apresenta tons variados chegando ao dourado; suas folhas são compostas, com cheiro inconfundível, muito utilizado para afugentar moscas em velórios, que lhe valeu o apelido de Cravo de Defunto. Não encontrei nenhum caso de intoxicação, recomendo 10 folhas compostas em um litro de água nos casos mais simples e 10 folhas  em meio litro de água  nos casos graves. Melhores resultados são obtidos com o chá morno tomado aos goles seguidamente até o desaparecimento dos sintomas, o que não tem ultrapassado 2 horas. Chá fervido.                                    
No momento, a Secretaria Estadual de Saúde me designou a trabalhar também em plantões no Hospital de Pronto Socorro desta capital, onde continuo prescrevendo nos casos suspeitos  e confirmados, além da medicação convencional, também o mesmo chá.                                    
Saúde a todos, fraternalmente, Dr Radjalma Cabral de Lima, CRM AC 626.                         
Vamos divulgar a notícia ? 
 Dengue tem cura pela naturopatia:Cravo Amarelo é um antiviralO cravo amarelo apresenta tons variados chegando ao dourado, suas folhas são compostas, com cheiro inconfundível, muito utilizado para afugentar moscas em velórios, que lhe valeu o apelido de Cravo de Defunto. Não encontrei nenhum caso de intoxicação. Recomendo 10 folhas compostas em um litro de água nos casos mais simples e 20 folhas em meio litro de água nos casos graves.Melhores resultados são obtidos com o chá morno tomado aos goles seguidamente até o desaparecimento dos sintomas, o que não tem ultrapassado 2 horas. Chá fervido. No momento, a Secretaria Estadual de Saúde (Acre) me designou a trabalhar também em plantões no Hospital de Pronto Socorro desta capital, onde continuo prescrevendo nos casos suspeitos e confirmados, além da medicação convencional, também o mesmo chá. Saúde a todos.Dr. Radjalma Cabral de Lima – CRM AC 626 – Fev/2000   
Cravo de defunto: informação completa
Tagetes patula L.
CRAVO-DE-DEFUNTO
Nome científico: Tagetes patula L.
Família: Asteraceae.
Sinônimos botânicos: Tagetes elongata Willd., Tagetes ernstii H. Rob. & Nicolson, Tagetes heterocarpha Rydb., Tagetes major Gaertn., Tagetes remotiflora Kunze, Tagetes erecta L., Tagetes corymbosa Sweet, Tagetes tenuifolia Millsp.
Outros nomes populares: botões-de-solteirão, cravo, cravo-francês, rosa-da-índia, tagetes e tagetes-anão. Fench marigold (inglês), clavel de indias (espanhol), marigold (francês), tagete (italiano).
Constituintes químicos: carotenóides, cineol, linalol, carvona, ocimeno, dextra-limoneno, fenol, anetol, eugenol, quercetagetina.
Propriedades medicinais: analgésica, aperitiva, antiespasmódica, anti-reumática, antitussígena, imunoestimulante, laxativa, peitoral, pesticida natural, purgativa, sudorífera, vermífuga.
Indicações: acne, aliviar problemas pancreáticos e de ouvido, angina, aumentar a resistência imunológica, autismo, bronquite, cólicas uterinas, crianças com deficiência mental, espantar insetos (pulgões, formigas), espasmo, furúnculo, dores reumáticas, melhorar o apetite, prisão de ventre, problemas de aprendizagem, resfriado, reumatismo, sudorífero, tosse, vermes. DENGUE.
Obs.: usado como floral: em choques emocionais, traumas, mágoas, debilidades sensoriais.
Parte utilizada: folhas, flores.
Contra-indicações/cuidados: não há registro.
Efeitos colaterais: não há registro.
                                                                               

terça-feira, 2 de abril de 2013

CASCA DE ABACAXI

Água de Abacaxi

(Indicado para os Rins e Estômago) 

Esta bebida que usa as cascas e os restos da polpa que possui nela é indicada beber antes das refeições e traz benefícios para os rins e estômago

Ingredientes:
A casca de 1 abacaxi
2 litros de água

Modo de fazer:
Lave muito bem a casca e corte-a em pedaços, pequenas tiras coloque em uma panela junto com a água. Leve ao fogo e deixe ferver por 30 minutos. Retire a casca e reserve água . Sirva frio

quinta-feira, 28 de março de 2013

MUITO CUIDADO COM PARACETAMOL (TYLENOL)
NOTA: SE VC TOMA TYLENOL TODO DIA, OU VÁRIAS VEZES, MUITO CUIDADO! VC ESTÁ ACABANDO COM SEU FÍGADO!!!!

(Copiado do FB )


PARACETAMOL (TYLENOL) - VERDADE !

Pessoal... Dêem uma lida na Enciclopédia Wikipédia e confirmarão esta notícia
Segundo o Prof. Dr. RENAN MARINO, professor de Pediatria na FAMERP (FACULDADE DE MEDICINA DE S. J. RIO PRETO-SP), a dengue é uma doença virótica, parente da hepatite C, e sempre foi benigna, isto é, nunca matou. E NÃO MATA!
Isso até 1957, quando surgiu no mercado a droga chamada PARACETAMOL (TYLENOL).
Foi imediatamente indicada como tratamento para dengue pelo Ministério da Saúde Brasileiro, embora não exista nenhum trabalho NO MUNDO TODO que comprove a eficácia deste veneno no tratamento da dengue.
A partir de 1957, a dengue começou a matar.
O PARACETAMOL é uma droga que destroi o fígado do paciente.
O virus da hepatite C já detona o fígado e, com o veneno do PARACETAMOL, esse fígado é destruído, o que leva o paciente à morte.
A dengue hemorrágica nada mais é que a reação do organismo, quando o fígado, destruído pelo PARACETAMOL, provoca a morte do doente.

Segundo ainda o Professor Doutor Renan, se o paciente NÃO TOMAR PARACETAMOL, ele terá todos os sintomas da dengue: mal estar, febre, dores nas juntas, vômitos, coceiras e dor nos fundos dos olhos, mas, após uma ou no máximo duas semanas, estará VIVO e bem.
MAS, SE TOMAR PARACETAMOL, corre o risco de morrer.
Nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, esse veneno é proíbido.
Na Grã-Bretanha, é usado como forma de suicídio.

Tomando 10 comprimidos do veneno chamado PARACETAMOL, em cinco dias seu fígado é destruído e se, não fizer transplante, morre.

Por isso, se você ama alguém, informe-o disso.
Segundo o médico Prof. Dr. RENAN MARINO, pode-se tomar dipirona e seus derivados, pois não são metabolizados no fígado.
CACHORROS E CHOCOLATE


(Postado no FB por Claudinha)

"Mas por que o chocolate faz mal para os cães?
O problema vem da não-metabolização da Teobromina no organismo dos cães e dos gatos. Nós humanos conseguimos “quebrar” e excretar a Teobromina, de modo que ela não se acumula no nosso organismo. Nos pets, essa substância se acumula e rapidamente atinge concentrações tóxicas."

segunda-feira, 25 de março de 2013




LIMÃO CONGELADO
10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia

(Mandado por Binha)
Muitos profissionais em restaurantes, além de nutricionistas estão usando ou consumindo o limão inteiro ,
em que nada é desperdiçado. Como você pode usar o limão inteiro sem desperdício?
Simples... Lave bem e coloque o limão na seção do freezer de sua geladeira. Uma vez que o limão esteja congelado, use seu ralador e o limão inteiro (sem necessidade de descascá-lo) e polvilhe-o em cima de seus alimentos.
Polvilhe-o em suas bebidas , vinho , saladas, sorvete, sopa , macarrão, molho de macarrão, arroz, sushi. .. Todos os alimentos inesperadamente terão um gosto maravilhoso, algo que você talvez nunca tenha provado antes.
Provavelmente, você achava que só o suco de limão teria vitamina C. Bem, saiba que as cascas do limão contêm vitaminas 5 a 10 vezes mais do que o suco de limão propriamente dito. E, sim, isso é o que você vem desperdiçando . Mas de agora em diante, por seguir esse procedimento simples de congelar o limão inteiro e salpicá-lo em cima de seus pratos, você pode consumir todos os nutrientes e obter ainda mais saúde.
As cascas do limão são rejuvenescedoras da saúde na erradicação de elementos tóxicos do corpo. ótimo!!! Os benefícios surpreendentes do limão! Limão (Citrus) é um produto milagroso para matar células cancerosas.
É 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia. Por que não sabemos nada sobre isso? Porque existem laboratórios interessados em fazer uma versão sintética que lhes trará enormes lucros. Seu sabor é agradável e não produz os efeitos horríveis da quimioterapia. Quantas pessoas morrem enquanto esse segredo é mantido, para não pôr em perigo as grandes corporações multimilionárias? Como sabem, a árvore do limão é conhecida por suas variedades de limões e limas. Você pode comer as frutas de diferentes maneiras: a polpa, suco, preparando bebidas, sorvetes, bolos, etc... A ele é creditado muitas virtudes, mas o mais interessante é o efeito que produz sobre cistos e tumores. Essa planta é uma solução comprovada contra cancros de todos os tipos. Alguns dizem que é muito útil para todas as variantes do cancro . Ele é considerado também como um espectro antimicrobiano contra infecções por bactérias e fungos, eficaz contra parasitas internas e vermes, que regula a pressão de sangue, quando muito alto, e um antidepressivo , combatendo o estresse e distúrbios nervosos. A fonte desta informação é fascinante: ela vem de uma das maiores fabricantes de drogas no mundo, diz que, após mais de 20 testes desde 1970, os extratos revelaram que: destrói as células malignas em 12 tipos de cancro, incluindo cólon, mama, próstata, pulmão e pâncreas... Os compostos dessa árvore mostraram-se 10.000 vezes melhores do que o produto Adriamycin, uma droga normalmente utilizada como quimioterápico no mundo, retardando o crescimento das células cancerosas. E o que é ainda mais surpreendente: este tipo de terapia com extrato de limão apenas destrói células de câncer maligno e não afeta as células saudáveis. Antes tarde do que nunca!

quarta-feira, 20 de março de 2013





Cardápio ajuda aprevenir Alzheimer
 (Mandado por Tutuca)


Os dados do IBGE apenas comprovam o que já podemos ver nas ruas: o número de idosos no Brasil só aumenta. De acordo com o instituto, a população acima de 65 anos representa 7,4% dos brasileiros, e esse número tende a dobrar até 2025. E conforme a expectativa de vida aumenta, maiores são as chances dessa pessoa desenvolver doenças relacionadas à demência, dentre elas o Alzheimer. Isso acontece porque os neurônios vão se degenerando naturalmente conforme a idade. A perda da função cerebral pode afetar a memória, o raciocínio, a linguagem, o juízo e o comportamento. No entanto, é possível retardar essa degeneração dos neurônios com a adoção de hábitos saudáveis, como dormir bem, praticar atividades físicas e ter cuidados especiais com a alimentação. Confira como a dieta pode ajudar na prevenção do Alzheimer.
1 de 8
romã - Foto: Getty Images
Casca de romã
Uma pesquisa realizada na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo, em Piracicaba, descobriu que a casca da romã pode prevenir o surgimento do Alzheimer. Os cientistas identificaram uma enzina na fruta que tem atuação específica na prevenção da doença, além dela possuir uma elevada quantidade de antioxidantes. "Esse nutriente é conhecido por combater os radicais livres, ação que ajuda a diminuir a perda degenerativa, protegendo contra o Alzheimer e outras demências", afirma a nutricionista Érika Suiter, do Hospital Sírio Libanês. É importante ressaltar que apenas o consumo contínuo da casca de romã pode trazer esses benefícios, já que ele são percebidos em longo prazo. Os cientistas estão estudando uma forma de transformar a casca de romã em pó, para colocá-la em cápsulas, mas você pode consumi-la na forma de suco, por exemplo.
café - Foto: Getty Images
Cafeína
Já foi comprovado que a cafeína age como protetora do organismo contra o Alzheimer e outras demências. A explicação para o feito ainda não é clara: por enquanto, a ação antioxidante e anti-inflamatória da substância são os pontos de destaque para a prevenção. "O café, além de cafeína, também contém boas doses de ácido clorogênico, substância de conhecida ação anti-inflamatória, também encontrada em vegetais amarelos ou avermelhados", afirma o nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia. Um grupo de pesquisadores das universidades do Sul da Flórida e de Miami, nos Estados Unidos, demonstrou que consumir cafeína pode ajudar a reduzir as chances de idosos com comprometimento cognitivo leve desenvolverem doença de Alzheimer. Os resultados, que foram publicados no periódico Journal of Alzheimer's Disease, mostraram que beber ao menos três xícaras de café é capaz de proteger o cérebro do declínio cognitivo. Além do café, outras fontes de cafeína são os chás preto e mate, o chocolate e o guaraná.
salmão com batatas - Foto: Getty Images
Peixes
Um estudo feito na Escola de Medicina na Universidade de Pittsburgh (EUA) indicou que idosos que comem peixe assado ou grelhado pelo menos uma vez por semana protegem o cérebro contra doenças. Os pesquisadores descobriram que as células do cérebro responsáveis pela memória morriam mais rápido entre as pessoas que comiam pouco peixe, e 47% delas desenvolveram a doença de Alzheimer cinco anos após os exames. Por outro lado, apenas 3% das pessoas que comiam peixe de uma a quatro vezes por semana desenvolveram Alzheimer ou apresentaram comprometimento leve da memória. O responsável por essa proteção é o ômega 3, uma ácido graxo que faz parte da estrutura da matéria cinzenta do cérebro. "Ele promove a comunicação entre as células nervosas, mantendo-as leves e funcionais, ajudando o cérebro a monitorar o humor, a memória e a concentração", explica a nutricionista Érika.
Oleaginosas
Ter uma dieta rica em oleaginosas (como castanhas, nozes e amêndoas) diminui significativamente as chances de uma pessoa desenvolver o Alzheimer, afirma um estudo feito pela Universidade Columbia (EUA). Essa conclusão foi tirada da análise das dietas de 2.148 adultos americanos com mais de 65 anos, durante quatro anos. De acordo com a nutricionista Érika, esses alimentos são ricos em selênio, um mineral cuja deficiência pode causar distúrbios na atividade dos neurotransmissores - substâncias produzidas pelo neurônio que tem como função levar informações de uma célula a outra. "O selênio ajuda substâncias como a serotonina, a dopamina e a acetilcolina, que são fundamentais para a transmissão de mensagens entre os neurônios e o bom funcionamento cerebral", diz Érika. Outras fontes de selênio são grãos, alho, carne, frutos do mar e abacate. Uma unidade ao dia de castanha do pará já fornece a quantidade diária recomendada de 350mg de selênio para trazer benefícios ao organismo.
Frutas roxas e vermelhas
Comer uma ou duas porções por dia de amoras pretas, ameixas, uvas ou mirtilos pode ajudar no combate ao Alzheimer, Parkinson e até câncer. A conclusão faz parte de um estudo feito na Universidade de Manchester, no Reino Unido, e publicado no periódico Archives of Toxicology. De acordo com os cientistas, o responsável por esse benefício é o polifenol, um poderoso antioxidante. Outro trabalho, desenvolvido pelo Salk Institute for Biological Studies, na Califórnia (EUA), constatou que um flavonoide chamado fisetina, presente nas frutas vermelhas, estimula a área do cérebro responsável pela memória de longo prazo e o protege de doenças degenerativas como o Alzheimer e a esclerose múltipla. "Essa substância é capaz de desencadear um processo que permite que as memórias sejam armazenadas no cérebro com mais facilidade e que o cérebro estabeleça conexões mais fortes entre os neurônios", diz o nutrólogo Roberto. O especialista afirma que o morango é a fruta vermelha que mais contém fisetina.
Azeite de oliva
Velho amigo da saúde, o azeite de oliva extra-virgem é comumente relacionado à prevenção de doenças cardiovasculares. Entretanto, uma pesquisa feita pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha, descobriu que existe um composto presente no azeite chamado hidroxitirosol é capaz de impedir a degeneração dos neurônios, retardando o processo de envelhecimento cerebral. "O azeite também é rico em vitamina E, um antioxidante que atua na reconstrução das fibras nervosas", explica o nutrólogo Roberto. Para obter o benefício, consuma o azeite na forma in natura para regar saladas ou a comida. Quando é submetido a altas temperaturas, boa parte das propriedades do óleo são desperdiçadas.
Álcool com moderação
Uma revisão de 143 estudos, que contou ao todo com a participação de 365 mil pessoas de 19 países, constatou que o consumo moderado de álcool ajuda na prevenção do Alzheimer. O trabalho foi feito pela Loyola University, nos Estados Unidos, e publicado no periódico Neuropsychiatric Disease and Treatment. De acordo com os cientistas, quem consumia álcool moderadamente tinha 23% menos chances de desenvolver sinais de perda de memória causados pelo Alzheimer. No entanto, pessoas que bebiam mais do que duas doses por dia tinham mais chances de ter perda de memória.

De acordo com a pesquisa, o vinho era a bebida que mais proporcionou benefícios aos participantes. ?A bebida auxiliam na proteção de doenças degenerativa por conter ação antioxidante e melhorar a circulação cerebral?, diz o nutrólogo Roberto. A quantidade recomendada é de uma dose de bebida alcoólica por dia para as mulheres e duas para os homens - o equivalente a 140ml de vinho ou 340ml de cerveja. "Essas quantidades, porém, pressupõem que a pessoa tem outros hábitos saudáveis, como uma dieta adequada e a prática de exercícios físicos."
Cúrcuma
Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, nos EUA, sugere que comer curcumina uma ou duas vezes por semana pode ajudar na prevenção do Alzheimer. A curcumina é um dos componentes do cúrcuma, ingrediente que dá a cor amarelada ao curry indiano. "O tempero possui efeito anti-inflamatório e antioxidante, ajudando a prevenir o envelhecimento e eliminar as estruturas no cérebro associadas ao Alzheimer", afirma Érika Suiter.



domingo, 17 de março de 2013


CÂNCER TEM CURA 


Já postei uma matéria sobre isso algum tempo atrás, mas como é muito importante e útil, aqui vai novamente. 
(Mandado por Binha)
- POR FAVOR LEIA E ESPALHE ....... OBRIGADO.

É 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia e não querem que nós saibamos, pois caso contrário, as grandes cadeias iria parar VENDER MEDICAMENTOS !!!
O MAIS PODEROSO ANTI-CÂNCER DO PLANETA COMPARTILHEM...!

A graviola ou graviola árvore é um produto milagroso para matar as células cancerosas. É mais potente do que 10,000 quimioterapias.
Por que não está ciente disso? Porque há organizações interessadas em encontrar uma versão sintética, que lhes permite obter lucros fabulosos. Assim, a partir de agora você pode ajudar um amigo em necessidade, deixando-o saber que beber suco de graviola pode prevenir a doença. O seu sabor é agradável. E, claro, não produz os efeitos terríveis da quimioterapia. E se você tiver a chance de fazer, plantar uma árvore em seu quintal de graviola. Todas as partes são úteis.

A próxima vez que você quiser beber um suco, escolha o de graviola!!!
Quantas pessoas morrem enquanto este tem sido um segredo bem guardado para não por em risco os lucros multimilionários de grandes empresas? Como você bem sabe a gravioleira é baixa. Não ocupa muito espaço, é conhecido pelo nome de Graviola no Brasil, Guanabana em espanhol, e "Graviola" em Inglês.
O fruto é muito grande e sua polpa branca, doce, comida diretamente ou normalmente usado para fazer bebidas, sorvetes, doces etc... O interesse desta planta é devido a seus fortes efeitos anti-câncer.

E embora ele atribuída muito mais propriedades, o mais interessante é o efeito que produz sobre os tumores... Esta planta é um remédio para o câncer de todos os tipos. Alguns dizem que é muito útil em todas as variantes de cancro.
Considera-se também como um espectro de agente anti-microbiano largo contra infecções bacterianas e fúngicas, é eficaz contra parasitas internos e vermes, que regula a pressão sanguínea e combate o stress elevado, a depressão e distúrbios do sistema nervoso.

A fonte desta informação é fascinante: ela vem de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, que diz que depois de mais de 20 testes de laboratórios realizados desde 1970 extratos revelaram que: destrói as células malignas em 12 tipos cancros, incluindo o cólon, mama, próstata, pulmão, pâncreas entre outras ...

Os compostos desta árvore mostrou 10.000 vezes melhor ato na diminuição de células de cancro que o produto da adriamicina, um fármaco quimioterapêutico, tipicamente usado em todo o mundo.

E o que é ainda mais surpreendente: este tipo de terapia, com o extrato de graviola, só destrói células de câncer maligno e não afeta as células saudáveis.

Instituto de Ciências da Saúde, L.L.C. 819 N. Charles Street Baltimore, MD 1201.


quarta-feira, 13 de março de 2013



(Mandado por Tutuca)


SAL REFINADO OU SAL MARINHO?
Com a dica da nossa amiga Márcia, esposa do Beda, andei trocando o sal iodado pelo marinho. Usei sal grosso de churrasco mesmo, sem triturar. O sabor é outro, muito mais agradável, e quando se exagera um pouco a comida não fica “salgada”, fica forte o sabor do sal mas sem agressividade.Pesquisei na internet as propriedades dos dois tipos de sal para não haver dúvidas na hora de escolher como colocar saúde no prato!
Mas o sal refinado não é marinho?
O sal refinado é “produzido” a partir do sal marinho. Entretanto lhe são extraídos diversos nutrientes e em contrapartida, são adicionados muitos aditivos químicos altamente prejudiciais à saúde.
Porque o sal refinado faz mal à saúde?

Devido ao seu elevado teor de sódio, o sal refinado favorece a pressão alta e a retenção de líquidos, o que não ocorre com o marinho.
Durante a industrialização, sal marinho passa por uma lavagem onde são perdidas as algas microscópicas que fixam o iodo natural, sendo necessário depois acrescentar iodo, que é então colocado sob a forma de iodeto de potássio, para prevenir o bócio. Porém, o iodeto geralmente é usado numa quantidade superior à quantidade normal de iodo do sal natural, predispondo o organismo a doenças da tireóide como nódulos, tumores e câncer.

Também são perdidos enxofre, bromo, magnésio, cálcio e outros minerais que representam excelente fonte de lucros para as industrias que extraem esses elementos do sal bruto.
Como os aditivos iodados oxidam rapidamente quando expostos à luz, é adicionado um estabilizante, a dextrose. Esta, combinada com o iodeto de potássio, produz no sal uma coloração roxa, então um alvejante é adicionado, o carbonato de sódio (que pode provocar cálculos renais e biliares).

No processo de lavagem também são eliminados componentes como o plâncton (nutriente), o krill (pequeno camarão invisível) e esqueletos de animais marinhos invisíveis.
Em pequenas quantidades, estes fatores fornecem importantes oligoelementos como cálcio natural, cobre, molibdênio e zinco.

No processo de industrialização do sal normalmente se faz uma lavagem a quente para clarear melhor o produto, perdendo-se aí a maior parte dos seus macro e micro elementos essenciais, a maior parte deles úteis na ativação de enzimas. A utilização do vácuo durante o processo auxilia também a perda de elementos.
Depois de empobrecido, o sal industrial recebe aditivos químicos.
Além do oxido de cálcio que evita que o sal se liquefaça (e favorece também o aparecimento de pedras nos rins e na vesícula biliar), o sal receberá também ferrocianato e prussiato amarelo de sódio, fosfato tricálcico de alumínio, silicato aluminado de sódio e agentes antiumectantes diversos.

Entre as perdas irreparáveis no sal refinado está o importante íon magnésio. A escassez de magnésio no sal refinado favorece também a formação de cálculos e arteriosclerose, além de arteriosclerose em diversas regiões do organismo quando o cálcio de origem não natural está presente, como é caso do sal industrializado.
Principais efeitos do sal refinado e doenças associadas:
Hipertensão arterial, edemas, eclampsia, arteriosclerose, cálculos renais e biliares, hipoplasia da tireóide, nódulos da tireóide…
Principais aditivos químicos do sal refinado:
Iodeto de potássio, óxido de cálcio, carbonato de cálcio, ferrocianeto de sódio, prussiato amarelo de sódio, fosfato tricálcico de alumínio, silicato aluminado de sódio, dextrose, talco mineral.
Quais as vantagens do sal marinho natural?
O sal marinho contém cerca de 84 elementos benéficos à saúde que são eliminados ou extraídos para a comercialização durante o processo industrial para a produção do sal refinado.
O sal marinho, não lavado, contém iodo de fácil assimilação e em quantidades ideais.
Não é necessário usar uma grande quantidade de sal marinho na dieta, pois o teor de sódio deste sal é menor que no refinado, que possui elevadas concentrações de sódio sob a forma de cloreto. Isto pode ser verificado provando-se os dois. O sal refinado produz uma sensação desagradável devido a sua concentração, ao passo que uma pedrinha de sal marinho é agradável ao paladar.

E se eu não encontrar no supermercado, como farei para obter o sal marinho?
Você pode comprar o sal marinho grosso (aquele usado em churrascos), bater no liqüidificador e depois passar por uma peneira.
O que pode significar na minha vida esta mudança alimentar?
Saúde: Melhor controle da pressão arterial, ingestão barata de minerais essenciais à saúde, além de evitar se “envenenar” com as maciças doses de aditivos usadas no sal refinado industrializado.
A princípio, parece um exagero lhe propor mais esta mudança na sua rotina de vida. Mas trata-se de um detalhe que pode mudar sua vida quando aliado a outras dicas saudáveis que mensalmente você tem o privilégio de receber como um presente do Jornal Centro em Foco.
Agora que você conhece os perigos do sal refinado industrializado, afaste este mal da sua vida.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013




PERIGO DAS LAMPADAS FLUORESCENTES E AS DE BAIXO CONSUMO

(Mandado por Fábio CB)
Aqui vai um aviso do Ministério Britânico da Saúde:
Se alguma lâmpada fluorescente ou de baixo consumo quebrar, deve-se evacuar o ambiente imediatamente evitando assim graves danos a sua saúde e principalmente ao meio ambiente.
Deve-se fazer o seguinte: Sair do ambiente por pelo menos 30 minutos, devido aos vapores tóxicos do Mercurio que se espalham pelo ambiente. Mercúrio é muito venenoso e pode causar enxaqueca, desorientação, desequilíbrio e muitos outros problemas de saúde quando inalado.
Em pessoas com alergia causa problemas de pele ou outros mais graves se inalado e/ou tocado.
Não se deve usar aspirador para coletar os cacos, pois a contaminação se espalhará em outras partes da casa quando você for usar novamente o aspirador.
Para recolher os cacos da lâmpada:
1) Usar uma máscara descartável evitando assim aspirar os vampores do Mecúrio
2) Use uma luva de borracha para pegar cuidadosamente os cacos e o resto da lâmpada quebrada.
3) Coloque os cacos e o que sobrou dela num pano velho (mas NUNCA num jornal) e coloque o pano com os cacos num saco plástico e amarre bem a boca do saco.
4) Descarte o saco em um local adequado para descarte de pilhas comuns e/ou bateria de celulares.
NOTA: O MERCÚRIO É MUITO MAIS VENENOSO QUE O CHUMBO E/OU ARSÊNICO.