sábado, 6 de março de 2010

NOVA TÉCNICA DE NOS PROTEGER DE UM TERREMOTO

(Mandado por Calile e Fábio CB)
  • Doug Copp esteve dentro de 875 prédios que ruiram e trabalhou com grupos de resgate em muitos prédios que ruiram e trabalhou com grupos de resgate em muitos outros.
  • Ele é membro de grupos de resgate da ONU, OEA, UNISEF e muitos outros órgãos internacionais.
  • Foi membro das NAÇÕES UNIDAS, especilista na Área de Diminuição e Resolução de Desastres (UN-UNIENET) por muitos anos.
  • Trabalhou em todos e cada um dos maiores desastres mundiais desde 1985, exeto nos desastres simultaneos, por razões obvias.
  • Em 1996 rodou com outros, um filme que prova que seu método de sobrevivência em situação de terremoto é correto.
  • O filme foi rodado pelo Governo Federal da Turquia, em Istambul, e finaciado, pela cidade de Istambul, a Universidade de Istambul, as Produções Case, S.A. e ARTI.
  • Em qualquer derrocada de edifícios existe um margem de 100% de sobrevivência para as pessoas envolvidas quando usamos o que se chama "O Triângulo da Vida"
  • Este filme foi visto na Turquia, Europa, Estados Unidos, Canadá e em toda a América Latina durante um programa chamado "TV Real": Você já assistiu?
  • A experiência foi feita com 2 manequins: 10 foram colocados em lugares que até esse momento eram considerados seguros.
  • Os outros 10 foram colocados no "Triângulo de Vida".
  • Explodiram o prédio e, quando entraram, viram que os primeiros 10 manequins estavam destruidos, enquanto que os situados no "Triângulo de Vida" estavam em perfeitas condições.
  • RELATO de DOUG COPP: O primeiro edifício em que entrei durante o terremoto mexicano, em 1985, foi uma escola, e as crianças estavam em baixo das vigas, mortas e destroçadas, como era de se esperar.
  • Poderiam ter sobrevivido, se em vez de se terem posicionado sobe as vigas, tivessem em posição fetal do lado delas ou apoiadas nelas.
  • Para explicar de forma mais simples: Quando um prédio cai, o peso do teto cai sobre os objetos ou móveis, esmagando-os, porém fica um espaço vazio ao lados desses. Esse espaço é que Doug Copp chama de "Triângulo de Vida".
  • Quanto maior for o objeto, quanto mais pesado e forte for, menos se compactará.
  • Quanto menos o objeto se compacta pelo peso, maior o espaço vazio ao lado do mesmo, e maior a possibilidade de que não se lamente pela pessoa que usou o espaço.
  • A próxima vez que veja um prédio ruindo num filme, percebam os "Triângulos de Vida" que se formam (ou espaços vazios)... Eles estão em todos os lugares!
  • INSTRUÇÕES:
  • Qualquer pessoa que tente se cobrir ou se colocar sob alguma coisa, quando um edifício colapsa, é esmagado.
  • Cada vez que as pessoas se colocam debaixo de objetos como em escritórios ou carros, sempre são esmagados.
  • Em vez de tomar essa atitude, siga as seguintes intruções:
  • Gatos, Cachorros e Bebês, ficam naturalmente na posição fetal. Faça o mesmo durante um terremoto.
  • É um instindo de sobrevivência.
  • Qualquer pessoa pode sobreviver perto de um sofá, ou de qualquer objeto relativamente grande que será esmagado, mas sempre com um espaço vazio de ambos os lados.
  • Os edifícios feitos de madeira são as construções mais seguras para se estar durante um terremoto. Por uma simples razão: a madeira é flexível e se move com a força do terremoto.
  • Caso o edifício caia, grandes espaços vazios se criam. Inclusive a madeira pesa menos que os tijolos.
  • Se você está deitado em sua cama e acontece um terremoto, simplesmente role para o chão. Existe um espaço vazio ao redor da cama.
  • Os hotéis teriam um maior número de sobreviventes se colocassem atrás das portas um cartaz que informe claramente que em caso de terremoto, as pessoas devem deitar-se ao lado da cama.
  • Caso comesse uma terremoto quando você está assistindo TV e não consegue sair facilmente por uma porta ou janela, coloque-se em posição fetal ao lado de um sofá grande ou poltrona, ou outro móvel grande, como uma comoda.
  • Qualquer pessoa que fique sob uma porta quando o prédio cair, pode morrer.
  • POR QUE?...
  • Porque se você está parado embaixo da viga da porta e esta cede, e se move para a frente ou para trás, você pode morrer esmagado pelo teto.
  • Se cair sobre suas costas, a viga da porta o cortará ao meio com o peso.
  • De qualquer forma você morrerá; portanto, NÃO FIQUE SOB A VIGA DE UMA PORTA!
  • Faça o possível para não sair pelas escadas. Elas tem diferentes "níveis de ferquência", e se movem de forma diferente do resto do prédio.
  • Coloque-se perto das paredes externas dos prédios ou longe dele tanto quanto possível.
  • É muito melhor estar fora de um prédio do que dentro dele.
  • Quanto mais dentro do perimetro do prédio, mais certo será que sua saída esteja bloqueada tornando a fuga mais complicada e dificil!
  • Se estiver dentro de um carro, saia e sente-se ou encoste-se do lado dele.
  • Não importa o que caia sobre o carro, sempre deixará um espaço vazio dos lados.
  • Estamos acostumados a acreditar no que se pensava que era melhor. Mas as coisas mudaram!
  • SEMPRE DEVEMOS ESTAR ALERTAS.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pesquisei rapidamente e vi que a teoria desse cidadão (Doug Copp) é antiga e nunca foi comprovada. A Cruz Vermelha americana[1] e o Serviço Geológico dos Estados Unidos[2] rechaçam o texto. Uma pesquisadora cujo doutorado era sobre causas de morte em um terremoto disse que os conselhos de "Douglas Copp são piores do que lenda urbana: são conselhos perigosos"[3].

Há quem diga que Douglas Copp é uma fraude[4]. Ele já teria recebido (indevidamente) mais de meio milhão de dólares de compensação não merecida de um fundo para vítimas do 11 de setembro - e ainda quer mais.

O conselho mais simples para se proteger durante um terremoto, recomendado por equipes de resgate e especialistas, é "abaixe-se, cubra-se e segure-se"[5]. Se estiver em casa ou no trabalho, vá para debaixo de uma mesa. Se estiver na cama, permaneça nela. E agora tenho uma outra recomendação, ainda mais importante: ignore totalmente as informações do Doug Copp e seu 'triângulo da vida', que estavam no arquivo que nos passou! De acordo com o link[5]:

"O chamado 'triângulo da vida' e outras recomendações do e-mail
podem causar risco de vida, e a credibilidade da fonte dessas
recomendações foi amplamente questionada."

"Por favor! Se você recebeu um e-mail sobre o 'triângulo da vida'
responda ao remetente direcionando-o a esta página[5]. Peça que
repasse esta página a todos aqueles para quem repassou o e-mail do
'triângulo', assim como para a pessoa que lhe enviou a mensagem.
Obrigado!"

Infelizmente não achei links com textos em português, mas o serviço de tradução do Google[6] quebra um galho razoável...


Links:
[1]http://www2.bpaonline.org/Emergencyprep/arc-on-doug-copp.html
[2]http://en.wikipedia.org/wiki/Triangle_of_Life#Criticisms_of_theory
[3]http://www.earthquakecountry.info/dropcoverholdon/Petal_on_Copp.pdf
[4]http://www.cbsnews.com/stories/2004/07/12/terror/main628757.shtml
[5]http://www.earthquakecountry.info/dropcoverholdon/
[6]http://translate.google.com.br



Agora, deixo uma recomendação minha...

No mundo todo e, obviamente, também na Internet, há pessoas bem e mal intencionadas. As mal intencionadas muitas vezes tentam se passar por vítimas ou por heróis a fim de ludibriar as bem intencionadas, e muitas vezes obtém sucesso justamente com as pessoas mais bem intencionadas!!!

Por isso, pense dua, três, quatro ou mais vezes antes de repassar uma mensagem que termina com "por favor, repasse para o maior número possível de pessoas"! Nos mais de 20 anos de experiência que tenho com redes de computadores, posso lhe dizer com toda a certeza de que a maioria dessas mensagens abusam da boa vontade e das boas intenções das pessoas apenas para pregar trotes, disseminar informações falsas ou obter ganhos financeiros de forma ilícita (direta ou indiretamente).

Se quiser mesmo repassar uma mensagem, verifique antes:

1) Se a mensagem tem um autor com dados para contato (se for anônima ou assinada por "Zé", provavelmente merece ir direto para a lixeira).

2) Procure no Google pelo autor da mensagem, pelo título dela e/ou por trechos importantes da mensagem. Se achar sites dizendo que a mensagem é trote (hoax) ou lenda urbana, mande para a lixeira.

3) Se a mensagem não citar outras fontes ou pessoas com as quais você possa confirmar a veracidade da informação, quer dizer que o conteúdo é falso, ou não é importante (caso contrário o autor da mesma teria feito um trabalho melhor). Como não faz sentido gastarmos o tempo das pessoas com o que não é importante... pra lixeira com a mensagem!

Agindo assim, podemos gastar um pouco do nosso tempo, mas estaremos fazendo nossa parte para fazer da Internet um lugar mais seguro para todos nós.