terça-feira, 28 de abril de 2009

COMO COMEÇOU A RÁDIO FM NO BRASIL?

A carioca Anna Khoury, antiga fundadora da rádio Eldorado (AM), trouxe a FM para o Brasil em 1955, fundando a Rádio Imprensa. Como não havia receptores para ondas de freqüência modulada, a própria rádio teve de incentivar a indústria de receptores FM. Sem nenhum patrocínio, a Imprensa era fundamentada em música ambiente, sem locução. Os receptores produzidos eram locados aos clientes. Esta rádio teve exclusividade de mercado até 1976, quando começaram a surgir várias outras rádios FM.

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito provável que nas lembranças de muitos esteja o sistema de rádio em frequência modulada que, no seu início, pelo menos na cidade que conheci, era exclusivamente reservado para música relaxante - música instrumental orquestrada. Com o passar do tempo esse sistema deteriorou-se, chegando à miscelânea que temos hoje. Pode-se dizer que, de um sistema de alto nível, o contexto radiofônico atual é contra indicado àqueles que insistem em manter uma identidade com a verdadeira cultura musical. Até a televisão comercial colocou um ponto final nesse conteúdo. Antes do findar do século XX, finalizou também um programa de concertos, levado ao ar domingo às 22 horas pela TV Globo. Hoje essa iniciativa está restrita a poucas emissoras de cunho estatal.

Adilson Ribeiro disse...

Era delicioso ouvir FM nos anos 70. Em Belo Horizonte surgiu a primeira FM em 1970, a Rádio Del Rey, que dizem ser a primeira do Brasil...enfim, há controvérsias e até hoje nao sei a verdade..outra fonte diz ser a Difusora de Sao Paulo, também em 1970...acredito nesta possibilidade de Sao Paulo ter sido a pioneira. Ao final de 1980, fim da década de 70, existiam 8 emissoras em BH....era uma dúvida deliciosa escolher qual ouvir...todas eram boas...eu rodava o dial o tempo todo......enfim...o rádio hoje está fadado a acabar como mídia....é a tecnologia.